Petrologia Ígnea e Metamórfica

Equipa docente:    
Joaquim Simão - Responsável. Regente de aulas teóricas e de aulas práticas
 
Cursos:    
Licenciatura em Engenharia Geológica - 2º Ano
 
Objectivos:    

Estudo de rochas ígneas e metamórficas, em nível mais avançado do que a apresentação feita na disciplina Geologia Geral. Compreensão dos processos que dão origem aos diversos tipos de rochas, os condicionantes composicionais de natureza química e mineralógica, o papel fundamental da tectónica nos vários processos. Transformações e mecanismos, reajustes mineralógicos.
 
Programa:    

O Ciclo Geológico- Minerais formadores de rochas. Silicatos e as Séries de reacção de Bowen. 2. Rochas Ígneas- Classificação química e modal. CIPW e Streckeisen. 3. Petrografia de rochas ígneas e metamórficas. - Texturas e estruturas das rochas. 4. Geração e evolução dos magmas. Mecanismo e produtos da fusão parcial do manto. Diferenciação magmática, assimilação e mistura de magmas. Cristalização fraccionada nos Complexos estratiformes de Bushveld, Skaergaard e Stillwater. Rochas ultrabásicas: sua composição, texturas, ocorrência, depósitos minerais associados 5. Basaltos e sua evolução. Tipos de basaltos. Classificação de Yoder & Tiley Basaltos MORB e basaltos OIT. Rochas básicas granulares: doleritos e gabros. Mineralogia, texturas, ocorrências. 6. Rochas Intermédias Dioritos e andesitos, granodioritos e dacitos. Mineralogia, associação calcialcalina. Sienitos, traquitos. Ocorrência, formação de depósitos minerais a eles asssociados. Anortositos. Origem, ocorrência, problemas relacionados. Mineralizações associadas. 7. Rochas Ácidas, Granitos e riolitos. Tipos e origens dos granitos: 8. Rochas Especiais Pegmatitos, Carbonatitos. Kimberlitos. 9. Maciços de Sintra, Sines e Monchique. 10. Complexo vulcânico de Lisboa- Mafra.11. Rochas Metamórficas. Conceito de metamorfismo, factores determinantes do metamorfismo. Minerais típicos das rochas metamórficas. Tipos de metamorfismo. Reacções metamórficas. Paragênese mineral, facies metamórficas. Metamorfismo Barrowiano. Metamorfismo e tectónica de placas. Exemplos . Metamorfismo tipo Abukuma.
 
Requisitos:    
O aluno deverá ter completado as disciplinas Geologia Geral e Mineralogia.
 
Métodos de Ensino:    

A disciplina é orientada em aulas teóricas, com forte componente prática: identificação dos tipos principais de rochas ígneas e metamórficas em amostra de mão e em lâmina delgada, observadas ao microscópio petrográfico. Descrição das texturas e identificação dos minerais. Utilização das tabelas de Streckeisen e de Travis para rochas ígneas.
 
Métodos de Avaliação:    

Métodos de Avaliação: Alternativas: 1. Avaliação por testes ao longo do semestre; em Outubro e em Janeiro, com pesos 35 e 65% respectivamente, com a matéria teórica e prática (Mínimo de 7 necessário em um dos exames para obter aprovação). 2. Exame final, com peso 65% téorica e 35% prático.
 
Bibliografia:    

Igneous Rocks, Barker, Daniel S., Prentice Hall, 1983

Introduction to Metamorphic Petrology, Yarddley, Bruce W.D., Longman, 1989

Igneous Petrology, Anthony Hall, Longman, 1989

Igneous Petrogenesis; Wilson, M. Harper Collins, 1991

Petrogenesis of Metamorphic Rocks, Winkler, H.G.F., Springer-Verlag, 1967.
 
Carga horária:    
5h/semana.