Geostatística e Tratamento de Dados

Docência e horas de contacto

José António de Almeida (Responsável e Regente), TP:56; OT:12

 

Programa

Tipos de dados e estratégias de análise de dados. Variáveis categóricas e contínuas. Informação georreferenciada. Mapa de localização das amostras. Análise exploratória de dados. Análise univariada: medidas de síntese e representações gráficas. Análise bivariada: medidas de correlação, tabelas de contingência e representações gráficas. Análise multivariada: análise em componentes principais (ACP) e classificação hierárquica e k-médias. Análise estatística paramétrica. Leis de distribuição univariada mais utilizadas em variáveis das Ciências da Terra. Leis de distribuição (normal, lognormal, uniforme). Variáveis aleatórias. Teoria das variáveis regionalizadas. Algumas características das variáveis regionalizadas. Covariância espacial e variograma. Modelização dos variogramas experimentais. Prática de variografia. O estimador de Krigagem. Propriedades. Dedução do sistema de Krigagem. Variância de krigagem. Prática de Krigagem: estimação de malhas de pontos e de blocos.

 

Objectivos de aprendizagem

Pretende-se que os estudantes tenham capacidade para aplicar os conhecimentos adquiridos na área da geologia e da engenharia geológica na resolução de problemas relacionados com a ocupação antrópica no meio ambiente, nomeadamente a elaboração de estudos para: 
- Planeamento e acompanhamento de campanhas prospecção ambiental de terrenos (solos e águas) 
- Avaliação do estado de contaminação de terrenos 
- Avaliação do risco para a saúde e o ecossistema de locais contaminados 
- Requalificação ambiental de áreas degradadas contaminadas 
- Elaboração de campanhas de monitorização de locais potencialmente contaminados e definição de medidas de mitigação 
- Avaliação de impacte ambiental de obras e infra-estruturas

 

Metodologias de ensino (avaliação incluída)

Aulas teóricas e teórico-práticas com ênfase na apresentação de casos de reais de estudo e realização de exercícios em laboratório de informática. Aulas de campo com duas visitas a áreas industriais, potencialmente contaminadas e em fase de requalificação. Experimentação de equipamentos para recolha de amostras de solo e monitorização de águas subterrâneas.

A avaliação da disciplina é efectuada pela realização de dois mini-testes (MT1 e MT2) e um trabalho prático (TP), individual ou em grupos de 2 alunos. A classificação final (CF) é calculada por:

CF = MT1+MT2 (50-75%) + TP (50-25%)

O peso a atribuir a cada componente de avaliação é definido pelos alunos.

 

Bibliografia

SHARMA, H. D.; REDDY, K. R. (2004) - Geoenvironmental Engineering: Site Remediation, Waste Containment, and Emerging Waste Management Technologies, 992 p.

BELL, F.G. (1998) - “Environmental Geology – principles and practice”, Blackwell science, 594p.

LaGREGA, M. D., BUCKINGHAM, P. L. & EVANS, J. C. (2001) - Hazardous Waste Management. McGraw-Hill, New York, 2nd Ed., XXVI + 1202 p.

LECOMTE, P. (1999) – Polluted Sites. Remediation of Soils and Groundwater. A.A Balkema Publish, Brookfield, VII + 210 p.

PETTS, J., CAIRNEY, T. & SMITH, M., (1997) – Risk-Based Contaminated Land Investigation and Assessment, John Wiley & Sons, New York, p. 334.

SHARMA, H. D.; REDDY, K. R. (2004) - Geoenvironmental Engineering: Site Remediation, Waste Containment, and Emerging Waste Management Technologies, 992 p.