Mestrado em Tecnologias de Produção e Transformação Agro-Industrial

2014/2015

Plano Curricular

Folheto Informativo


Coordenador Científico: 

Prof. Fernando Lidon – fjl@fct.unl.pt

(Professor Associado com Agregação)

 

Apresentação

 O Mestrado em Tecnologias de Produção e Transformação Agro-Industrial destina-se a titulares do grau de licenciado (Pré-Bolonha ou 1.o Ciclo do Processo de Bolonha), em qualquer área de Ciências Naturais, Exactas ou Tecnologia, áreas afins ou equivalente legal, com um número mínimo de 180 ECTS. Tem a duração de quatro semestres de 30 ECTS, num total de 120 ECTS. Decorrerá em regime diurno e/ou pós-laboral. 

Compreende 13 Unidades Curriculares (UC) obrigatórias (66 ECTS), 2 UC optativa/livre (12 ECTS) e a dissertação anual, com 42 ECTS. 

A elaboração da Dissertação em Tecnologias de Produção e Transformação Agro-Industrial será preferencialmente realizada em empresas do Sector Alimentar, nas áreas do controlo de qualidade, produção à fileira e normalização de produtos.

Para este efeito, já existem parcerias estratégicas consolidadas em acordos estabelecidos para o desenvolvimento de projectos no Sector Alimentar, e com supervisão de docentes/ investigadores da FCT/UNL e de técnicos especialistas das próprias empresas. 

Dependendo da avaliação prévia do Projecto de Dissertação, pela empresa, este poderá ser remunerado. 

 

Objectivos

1-Aplicação de tecnologias de última geração a processos produtivos e de transformação inteligente, segundo uma perspectiva de informatização, automação, optimização e conversão e eficiência energética;

2-Delineamento de estratégias de âmbito tecnológico para controlo de qualidade das matérias-primas alimentares e dos respectivos produtos transformados;

3-Utilização e desenvolvimento de operações unitárias em sistemas de transformação agroindustriais para reformulação ou concepção de novos produtos alimentares, também num contexto clínico (i.e., com características profilácticas para a saúde pública);

4-Gestão sustentável, no plano tecnológico, de resíduos agro-industriais, de acordo com índices de produção, transformação e conservação de alimentos;

5-Interacção tecnológica, em contexto empresarial, para desenvolvimento de novos clusters industriais no Sector Alimentar, equacionando factores de competitividade nacional e transnacional.

 

Saídas Profissionais

 Os Mestres em Tecnologias de Produção e Transformação Agro-Industrial estarão aptos para exercer a sua actividade profissional em organizações do Sector Público e Privado, em actividades de Gestão, Desenvolvimento, Manutenção e Controlo de Qualidade na Indústria Agro-alimentar ligada à obtenção de matérias-primas e produtos transformados.

Também poderão integrar empresas de prestação de serviços, nomeadamente Consultoria, Projecto e Auditoria ou desempenhar tarefas de investigação em contexto académico e/ou empresarial.